Total de visualizações de página

sábado, 18 de outubro de 2014

Alma, Corpo e Espírito




ALMA, CORPO E ESPÍRITO





As Escrituras Sagradas falam de uma trindade humana: corpo+alma+espírito = vida (do homem, ser humano).

Mas alguém poderia dizer que o “espírito” é a mesmo que “alma”, somente um sinônimo. Mas tanto a língua portuguesa quanto e as línguas modernas que conheço fazem distinção entre as duas palavras. Até em hebraico e grego há essa distinção(*1), e as Escrituras Sagradas assim registram:



Jó 12:10 – “Na sua mão está a alma de todo ser vivente e o espírito de todo o gênero humano.



Salmos 31:9 - “Compadece-te de mim, SENHOR, porque me sinto atribulado; de tristeza os meus olhos se consomem, e a minha alma e o meu corpo.



Isaías 10:18 - “Também consumirá a glória da sua floresta e do seu campo fértil, desde a alma até ao corpo; e será como quando um doente se definha.



Mateus 10:28 - “Não temais os que matam o corpo e não podem matar a alma; temei, antes, aquele que pode fazer perecer no inferno tanto a alma como o corpo.



1 Ts 5:23 - “O mesmo Deus da paz vos santifique em tudo; e o vosso espírito, alma e corpo sejam conservados íntegros e irrepreensíveis na vinda de nosso Senhor Jesus Cristo.



Filipenses 1:27 - “Vivei, acima de tudo, por modo digno do evangelho de Cristo, para que, ou indo ver-vos ou estando ausente, ouça, no tocante a vós outros, que estais firmes em um só espírito, como uma só alma, lutando juntos pela fé evangélica”.



Hebreus 4:12 - “Porque a palavra de Deus é viva, e eficaz, e mais cortante do que qualquer espada de dois gumes, e penetra até ao ponto de dividir alma e espírito, juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e propósitos do coração.





Existe sofrimento tanto físico quanto espiritual. Tanto a alma, quanto o espírito do homem têm sentimentos que são exteriorizados pelo corpo:



a) Alma



A Bíblia fala sobre “alma abatida dentro da pessoa (Salmos 42:5; 42:6; 42:11; 43:5); a alma dos rebeldes se aborrece dos estatutos de Deus (Levítico 26:43); a alma tem desejos (Deuteronômio 14:26; Eclesiastes 6:2; Isaías 26:8, 9), tem impaciência (Juízes 16:16), fica amargurada (1 Samuel 1:10; Jó 7:11; Isaías 38:15), se entristece (1 Samuel 2:33; Marcos 14:34), ama (1 Samuel 20:17; Lucas 10:27), deseja (2 Samuel 3:21), se angustia (2 Samuel 4:9; 1 Reis 1:29; Jó 30:25; João 12:27; Romanos 2:9), se aborrece (2 Samuel 5:8), se entedia (Jó 10:1), se cansa (Jeremias 31:25), sofre (Jó 14:22), se aflige (Levítico 16:29, 31; Jó 19:2), se perturba (Salmos 6:3), cobiça (Salmo 10:3), se contamina (Ezequiel 4:14), vai ao Sheol/Hades (Salmo 16:10; Atos 2:27) ou é remida do seu poder (Salmo 49:15), pode ser perdida (Mateus 16:26), pode ser restaurada (Salmo 19:7), se refrigera (Salmos 23:3); gloria-se no Senhor (Salmo 34:2), é resgatada por Deus (Salmo 34:22), se regozija (Salmo 35:9), suspira por Deus (Salmo 42:1), é cara a sua redenção (Salmo 49:8), tem sede de Deus (Salmo 63:1), se alegra (Salmos 86:4; Isaías 61:10), se satisfaz (Isaías 53:11), se farta (Isaías 58:11), teme (Atos 2:43), pode ser fortalecida (Atos 14:22), pode ser purificada (1 Pedro 1:22), salva (1 Pedro 1:9), etc.





b) Espírito



Da mesma forma o nosso espírito está dentro de nós (Isaías 19:3; 26:9; 57:16; Ezequiel 37:10; Daniel 7:15) e também tem sentimentos: se amargura (Gênesis 26:35; Provérbio 31:6), se perturba (41:8; Daniel 2:3), anseia (Êxodo 6:9), se endurece (Deuteronômio 2:30), se desgosta (1 Reis 21:5), angustia (Jó 7:11; Salmo 142:3), pode ser infiel (Salmo 78:8), pode ser dominado (Provérbios 16:32), se abate (17:22; Isaías 54:6; 57:15), pode errar (Isaías 29:24), pode ser soberbo e arrogante (Daniel 5:20); exulta (Salmo16:9), canta louvores (30:12), se quebranta (51:17), se desfalece (77:3), investiga (77:6), etc.



Mas alguém poderia dizer que o “espírito” é a mesmo que “alma”, somente um sinônimo. Mas como vimos acima tanto a língua portuguesa (e as línguas que conheço) quanto os originais da Bíblia em hebraico e grego fazem diferença entre as duas palavras.

Assim sendo, a Bíblia nos mostra que o corpo exterioriza todos os sentimentos da alma e do espírito. E quando o corpo sofre, a alma e o espírito sofrem; quando está em harmonia, o espírito e a alma também o estão, pois os três formam uma só pessoa, como pudemos ver nos exemplos acima.





Ainda sobre a alma:



Conforme já visto acima, a palavra "alma" em hebraico é נפש (NÉFESH), e ocorre 754 vezes no texto Massorético, e no NT grego, o seu correspondente ψυκη (PSYKHÊ), ocorre cerca de 102 vezes. Na maioria das vezes tem o sentido de "vida" simplesmente, e vários significados:



1. Ser (ou: criatura) vivente, animal (lat.: ANIMAL, ANIMALIS = que tem alma), como por exemplo: Gên. 1:20, 21, 24, 30; Ez. 47:9, etc. – o animal não tem espírito, somente alma. Daí, ser “animal”;



2. Alma vivente, pessoa: Gên. 2:7; 12:5; Êx. 1:5; At. 2:41, 43; Rom. 13:1, etc.;



3. Vida da própria pessoa: Gên. 35:18; Êx. 4:19; 21:23; 30:12; Jos. 9:24; Jó 2:4; Mat. 6:25; 10:39; Jo. 10:15; 13:38; 15:13; At. 20:10, etc.;



4. Mente (Psique): 1 Sam. 2:35; Sal. 24:4;



5. O "EU": Jer. 5:9; 6:8; 51:14 (por si mesmo, por sua alma);



6. Coração: Jer. 15:1; 32:41.



7. Sentimento; propósito: Fil. 2:2.




Agora, alma como vida espiritual, é distinta do corpo material (Sal. 42:5,6; Mat. 10:28; 1Tes. 5:23; Heb. 4:12) e é imortal:



1. A Alma está dentro da pessoa: "Por que estás abatida, ó minha alma? por que te perturbas dentro em mim? Espera em Deus, pois ainda o louvarei, a ele, meu auxílio e Deus meu." (Sal. 42:5; 43:5); também: Lam. 3:20



2. A alma pode ser pedida, e será de alguém: "Mas Deus lhe disse: Louco, esta noite te pedirão a tua alma; e o que tens preparado? Para quem será? (Luc. 12:20);



3. A alma dentro do corpo o vivifica, mas saindo ela, ele morre: Gên. 35:18; Atos 20:10; 2 Ped. 1:13-15, etc.



4. Deus tem alma(*2): 1Sam. 2:35; Sal. 11:5; Prov. 6:16; Isa. 1:14; 42:1; Jer. 12:7 (lit.: amada da minha alma); 14:19; Eze. 23:18; Am. 6:8 (por sua alma); Mat. 12:18; Heb. 10:38.



5. É a alma que vai ao inferno (Seol, Hades): Sal. 16:10; 30:3; 49:15; 86:13; 89:48; Prov. 23:14; At. 2:27, 31.



6. O Fim da fé é a salvação da alma (1Ped. 1:9);



7. As almas dos homens permanecem conscientes após a morte física:

  a) dos santos: clamaram a Deus em grande voz, e este lhes respondeu (Apoc. 6:9-11);

  b) dos ímpios: mesmo em tormentos no inferno, falam (Ez. 32:21; Luc. 16:23,24,27,28) e serão atormentados para sempre: Apoc. 14:10,11;

  c) os homens podem matar o corpo, mas não podem matar a alma, mas somente Deus pode fazer perecer lançando no geh-hinon tanto o corpo como a alma. (Mat. 10:28; Luc. 12:4,5).



NESHAMAH e NEFESH



As Escrituras Bíblicas nos ensinam que há dois tipos de alma no homem: A primeira é a “NESHAMA”, a alma divina, o fôlego da vida que Deus soprou nas narinas de Adão:



E formou o SENHOR Deus ao homem do pó da terra e lhe soprou ( נפח = NAFAHH ) nas narinas o fôlego de vida ( נִשְׁמַת חַיִּים = NISHMAT HHAYYIM ), e o homem passou a ser alma vivente ( נֶפֶשׁ חַיָּה = NÉFESH HHAYYAH ).” (Gênesis 2:7) (*3)



Na verdade, há um espírito (RUAHH ) no homem, e o sopro (NESHAMA) do Todo-Poderoso o faz sábio.” (Jó 32:8)



O Espírito de Deus ( רוח־אל = RUAHH-EL) me fez, e o sopro ( נְשָׁמָה = NeSHÂMÂH ) do Todo-Poderoso me vivifica.” (Jó 33:4)



Se Deus pensasse apenas em si mesmo e para si recolhesse o seu espírito (RUAHH ) e o seu sopro (NESHAMA), toda a carne juntamente expiraria, e o homem voltaria para o pó.” (Jó 34:14)



Todo ser que respira (lit.: “Toda a neshamá”) louve ao SENHOR. Aleluia!” (Salmos 150:6)



A alma (neshamá) do homem é a lâmpada do SENHOR, a qual esquadrinha todo o mais íntimo do ventre.” (Provérbios 20:27)



Pois não contenderei para sempre, nem me indignarei continuamente; porque, do contrário, o espírito (ruahh) definharia diante de mim, e o fôlego da vida (neshamá), que eu criei.” (Isaías 57:16)



Outros: Gênesis 7:22; Deuteronômio 20:16; Josué 10:40; Jó 26:4; Jó 37:10; Isaías 2:22; 30:33; 42:5; Daniel 10:17, etc.





O segundo tipo, resultado da primeira é a alma carnal ou "alma animal" ou ( נֶפֶשׁ הַבְּהֵמָה = Nefesh HaBehamit), contida no sangue como diz a Torá: “Porque a alma (nefesh) da carne está no sangue. Eu vo-lo tenho dado sobre o altar, para fazer expiação pela vossa alma, porquanto é o sangue que fará expiação em virtude da alma.” (Levítico 17:11)



Esta alma animal influencia o homem natural a satisfazer suas paixões carnais, o afastando do plano espiritual. Paulo se referiu a isso ao chamar o primeiro homem, Adão, de “alma vivente” (gr.: ψυχην ζωσαν [psikhê zôsan] / heb.: נֶפֶשׁ חַיָּה [néfesh hhayyâh] ) (1 Coríntios 15:45 / Gênesis 2:7), e, por isso, tinha um corpo psíquico [ψυχικος], animal (vs. 45, 46), onde é traduzido em algumas bíblias por “natural” (psíquico não tem nada a haver com poderes mentais, como é divulgado por aí). É por isso que “o homem natural (psíquico, animal) não aceita as coisas do Espírito de Deus, porque lhe são loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente. (1 Coríntios 2:14). Assim sendo, após a queda de Adão, a natureza “animal” (ánima = alma)* do homem sempre tende para o mal, e quando este o controla totalmente passa a ser animalesco (Mat. 15:19; Tt 1:12 ; Tg 3:15; 1 Pd. 2:12-22; Jd. 10-19) o que a Torá chama a isso de Yetzer Hará (má inclinação, mau desígnio) - Gênesis 6:5.



Contrastando com o Yetzer Hará temos o Yetzer Tov, que é a "boa inclinação", onde a Neshamá expressa o fruto do espírito (ruahh) que, ao nascer de novo (Jo 3:3; Gl. 5:22, 23), agora controla a alma (mente, vontade e emoção) restaurada permanecendo aí a divina semente (1 Pd. 1:23; 1 Jo. 3:9).



Como a alma animal está no sangue (Levítico 17:11), “carne e o sangue não podem herdar o reino de Deus” (1Co. 15:50), pois quando o homem é regenerado deixa de ser “almal” (animal, psíquico), passa a ser espiritual (pneumático), como podemos ver em contexto antecedente ao verso 50 de 1 Coríntios 15:



E há corpos celestes e corpos terrestres, mas uma é a glória dos celestes, e outra, a dos terrestres.

Uma é a glória do sol, e outra, a glória da lua, e outra, a glória das estrelas; porque uma estrela difere em glória de outra estrela.

Assim também a ressurreição dos mortos. Semeia-se o corpo em corrupção, ressuscitará em incorrupção.

Semeia-se em ignomínia, ressuscitará em glória. Semeia-se em fraqueza, ressuscitará com vigor.

Semeia-se corpo animal (psíquico), ressuscitará corpo espiritual (pneumático). Se há corpo animal (psíquico), há também corpo espiritual (pneumático).

Assim está também escrito: O primeiro homem, Adão, foi feito em alma vivente; o último Adão, em espírito vivificante.

Mas não é primeiro o espiritual, senão o animal; depois, o espiritual.

O primeiro homem, da terra, é terreno; o segundo homem, o Senhor, é do céu.

Qual o terreno, tais são também os terrenos; e, qual o celestial, tais também os celestiais.

E, assim como trouxemos a imagem do terreno, assim traremos também a imagem do celestial.

E, agora, digo isto, irmãos: que carne e sangue não podem herdar o Reino de Deus, nem a corrupção herda a incorrupção.” (1ª Cor. 15:40-50)





Prova que Deus colocou uma alma imortal ao criar o homem:



Algumas seitas ensinam que a morte não foi prevista no plano original de Deus, a queda pegou Deus desprevenido e Ele teve que refazer Seu plano. (?) Ora, se o Cordeiro de Deus já havia sido imolado desde a fundação do mundo! (Apocalipse 13:8). Já estava tudo na mente de Deus. No livro de Deus “foram escritos todos os meus dias, cada um deles escrito e determinado, quando nem um deles havia ainda.” (Salmos 139:16)



O Senhor Jesus falou da possibilidade do homem se lançado no Geena, “onde não lhes morre o verme, nem o fogo se apaga” (Marcos 9:48), que é o mesmo “fogo eterno preparado, preparado para o diabo e seus anjos.” (Mateus 25:41). Para que haveria um “fogo eterno”, se não seria o bastante queimar, acabar e apagar? No Geena de Deus não só o corpo perece, mas também a alma:



Não temais os que matam o corpo e não podem matar a alma; temei, antes, aquele que pode fazer perecer no inferno tanto a alma como o corpo.” (Mateus 10:28)





O tormento é eterno:



A fumaça do seu tormento sobe pelos séculos dos séculos, e não têm descanso algum, nem de dia nem de noite, os adoradores da besta e da sua imagem e quem quer que receba a marca do seu nome.” (Apocalipse 14:11)



Depois da grande batalha, a besta e o falso profeta serão lançados vivos no lago de fogo (Apocalipse 19:20) assim como o diabo, o sedutor dos ímpios será lançado para dentro do lago de fogo e enxofre, onde já se encontrarão não só a besta como também o falso profeta; e serão atormentados de dia e de noite, pelos séculos dos séculos. (cap. 20:10)



Assim sendo, é bíblica a doutrina do tormento eterno e é na Bíblia que eu creio e não no que os erudito pensam quando a contrariam com suas filosofias humanisticas vãs.



A palavra grega Γεεννα (GEENNA) é uma transliteração grega do hebraico     גֵּיהִנֹּם (GEH HINNON = Vale de Hinom) que tem sua equivalência na Peshitta Aramaica:  ܓ݂ܹܗܲܢܵܐ (גִהַנָא  = G.IHANĀ’)., que é uma ravina ao sul, fora das muralhas de Jerusalém, onde, em tempos antigos, israelitas idólatras sacrificavam seus filhos no fogo, em honra Moloque, uma entidade demoníaca cananéia. Esta prática foi abolida pelo bom rei Josias, que profanou o altar de Moloque, poluindo-o, evitando assim futuros sacrifícios. (2 Reis 23:10) Mais tarde esta localidade foi transformada em depósito de lixo da cidade, onde posteriormente passaram a ser depositados cadáveres de criminosos e carcaça de animais, pois havia fogo constante sendo alimentado por meio de enxofre, a fim de se evitar pestilências. Mas, a despeito do calor intenso, havia vermes em abundância em tais corpos, somente morrendo após os consumirem por completo.

O Senhor, ao referir-se à condenação eterna, usou a palavra Geena por ser esta conhecida de seus ouvintes, mas não se referia propriamente ao Vale de Hinon, mas ao Inferno de fogo, com a diferença que “o seu verme não morre e o fogo não apaga”(*4), (Mar. 9:43-47).



Atualmente, no Vale de Hinon, há um lindo jardim, em nada lembrando a antiga lixeira incandescente. Assim sendo, quando o Senhor Jesus referiu-se à Geena, não estava referindo-se propriamente a esta localidade, pois Ele disse que não lhes morre o verme, nem o fogo se apaga, (Mar.9:48) e o fogo do Vale de Hinon há séculos está extinto. Logo, o Senhor referiu-se à condenação futura no Inferno de fogo, depois da grande ressurreição. (Mat. 10:28; Luc. 12:5; Apoc. 14:10, 11; 20:13-15; 21:8)





__________________________________________________________



Notas:

(*) 1- Alma" (do latim: ANIMA) em hebraico é נפש (NÉFESH) e em grego é ψυκη (PSYKÊ);

 2- Espírito (do latim: SPIRITUS) em hebraico é רוח (RUAHH) e em grego é πνευμα (PNEUMA)



(*2) Certamente trata-se de um antropomorfismo, ou seja, Deus usando a linguagem humana para melhor comunicar seus sentimentos aos humanos



(*3) Cada animal, ao ser criado, foi chamado pela Torá de “alma vivente” ( נֶפֶשׁ חַיָּה = NEFESH HHAYYÂH ) - Gênesis 1:20, 21, 24, 30; da mesma forma, quando Deus soprou a neshamá nas narinas do homem, este passou a ser também uma “alma vivente” (2:7).



(*4) A partir de 1975, cientistas têm estudado, nas profundezas marítimas, através de mini-submarinos, a presença de verme gigantes conhecidos como verme tubulares, que podem medir alguns centímetros até 3 metros de comprimento vivendo ao redor de rachaduras e vulcões (chaminés) abissais, suportando altíssimas temperaturas. Por não terem sistema digestivo, no interior destes vermes há bactérias super resistentes que transformam gás sulfuroso (enxofre) e materiais decompostos, em alimento para os mesmos. Embora da crosta terrestre até o fogo a distância seja de 50 milhas, em alguns lugares do Oceano Pacífico esta distância pode chegar a uma milha!



 


Por: Luís Antônio Lima dos Remédios - o Cacerege
luis-agape@hotmail.com
cacerege@gmail.com
Manaus - Amazonas - Brasil


______________________________________________________


Estudos já postados:

01- O Novo Testamento NÃO Foi Escrito em Hebraico e/ou Aramaico

02- O espiritismo segundo [alguns] “evangélicos”

03- Adultério do Coração

04- Santa Ceia: vinho ou suco de uva?

05- O Dia do Senhor: Sábado ou Domingo?

06- O Que a Bíblia Diz Sobre a Idolatria

07- Deuterocanônicos ou Apócrifos?

08- A divisão das horas do dia nos tempos bíblicos

09- O Inferno

10- Deus e deuses

11- 30 Razões Porque Não Guardo o Sábado

12- O Nome JESUS

13- O Verbo era um deus?

14- A Divindade de Cristo negada entre colchetes

15- Cruz ou estaca de tortura?

16- YHWH – Um Nome que será esquecido para sempre
  
17- Alma, corpo e espírito

18- A Peshitta confirma o Novo Testamento grego – 01- CAMELO ou CORDA?

19- A Peshitta confirma o Novo Testamento grego – 02- LEPROSO ou FAZEDOR DE JARROS?

20- Paraíso Hoje ou Um dia?

21- Adultério Virtual

22- KeNUMÁ e os modalistas nazarenos

23- A Virgem Que Concebeu

24- O Tetragrama na Septuaginta Grega (LXX)



Obs.: É permitido a copia para republicações, desde que cite o autor e as respectivas fontes principais e intermediárias.

  
Por: Luís Antônio Lima dos Remédios

Luís - ܠܘܝܣ - לואיס - Λουις



Gostou? Comente.