Total de visualizações de página

quarta-feira, 1 de março de 2017

KeNUMÁ e os modalistas nazarenos

KeNUMÁ e os modalistas nazarenos


Qual o significado da palavra siríaca-aramaica K'NUMÁ?


Há um crescente número de simpatizantes do judaísmo que a si mesmo se intitulam “judeus messiânicos”, “judeus nazarenos” (sem NUNCA terem nascido num lar judaico, pai e/ou mãe judeus, ou passado por uma conversão genuína do judaismo). Há realmente milhares de judeus messiânicos, isto é, judeus genuínos que passaram a crer em Yeshua (Jesus) como o Messias de Israel. Não me refiro a estes.

O pior que aqueles primeiros começam a influenciar os verdadeiros judeus messiânicos e, com o intuito de moldarem a nova fé ao antigo judaísmo, ou negam a divindade de Yeshua, ou adotam a doutrina modalista com a idéia de que o Eterno é uma pessoa que opera em três modos diferentes, ora como Pai, ora com Filho (Yeshua), ora como Ruahh haKodesh (Espírito Santo). É sobre essa última que vamos nos ater.

Agora, com a aceitação de uma tal “primazia” semita do Novo Testamento, que eles chamam de “Aliança Renovada” ou “Escritos Nazarenos”, onde ensinam que os livros do NT foram originalmente escritos em hebraico e aramaico (muitos dizem que a Peshitta, tradução do NT para o síriaco, é o original do NT), e não em grego, começam a fabricar base em palavras e textos da Peshitta para basearem sua doutrina.
Um exemplo é a palavra K'numá que muitos a definem assim: “elemento, essência, natureza, manifestação, aspecto, qualidade, substância, real existência’ (é uma palavra um pouco difícil de ser definida).” De acordo com o Dr. James Trimm, citado em https://shemaysrael.wordpress.com/estudo/ por Por Sha’ul Ben Tsion.

Mas, a melhor maneira de definirmos tal palavra é pelo seu uso em suas ocorrências na própria Peshitta. Vejamos o primeiro texto onde muitos dos chamados “judeus nazaremos” se baseiam para provar modalismo ou modo de manifestações do Eterno, ou seja, o texto de João 5:26.
Na versão baseada na tradução de Almeida Revista e Atualizada (ARA):

Porque assim como o Pai tem vida em si mesmo (ζωὴν ἐν ἑαυτῷ = zôên en heautô), também concedeu ao Filho ter vida em si mesmo (ζωὴν ἐν ἑαυτῷ).” (João 5:26 ARA)

Agora, como está na Peshitta:
ܐܲܝܟ݁ܲܢܵܐ ܓܹ݁ܝܪ ܕ݁ܠܲܐܒ݂ܵܐ ܐܝܼܬ݂ ܚܲܝܹܐ ܒ݁ܲܩܢܘܿܡܹܗ ܗܵܟ݂ܲܢܵܐ ܝܲܗ݈ܒ݂ ܐܵܦ݂ ܠܲܒ݂ܪܵܐ ܕ݁ܢܹܗܘܘܿܢ ܚܲܝܹܐ ܒ݁ܲܩܢܘܿܡܹܗ ܀
אַיכַּנָא גֵּיר דּלַאבָא אִית חַיֵא בַּקנוּמֵה הָכַנָא יַהב אָפ לַברָא דּנֵהווּן חַיֵא בַּקנוּמֵה .
 ᵓaykannā gēr d'laḇā ᵓīṯ ḥayye baqnūmēh hāḵannā yaḇ ᵓāp laḇrā d'nehwon ḥayye baqnūmēh .

Agora vejamos como três dos principais tradutores da Peshitta vertem essa passagem:

Dr. John W. Etheridge:  For as the Father hath life in his person, so hath he given also to the Son to have life in his person,

Dr. James Murdock:  For, as the Father hath life in himself, so hath he given to the Son also, to have life in himself:

Dr. George Lamsa:  For as the Father has life in himself, even so he has given to the Son also to have life in himself.

E assim podemos ver que em todas as versões citadas a mensagem é a mesma, e não há nenhuma ideia para o ensino de modalismo nesses versos como querem à força os atuais “nazarenos”. O próprio texto acima nos mostra a individualidade do Pai e do Filho, pois ambos têm vida em si mesmos.

Além do mais, no texto sírio-aramaico a palavra em discussão tem prefixo e sufixo:

ܒ݁ܲܩܢܘܿܡܹܗ / בַּקנוּמֵה (baqnūmēh): בַּ (Ba [em]) קנוּם (Q'num [a si mesmo]) ה (como sufixo pronominal da terceira pessoa do singular = ele).

Assim sendo, a tradução literal do texto na Peshitta é a seguinte:

“Pois como o Pai tem a vida em sua pessoa, assim deu também ao Filho ter a vida em sua pessoa.” Ou: “Pois como o Pai tem a vida em si mesmo, assim deu também ao Filho ter a vida em si mesmo.”

Para uma análise palavra por palavra desse texto (em inglês), acesse: http://dukhrana.com/peshitta/analyze_verse.php?lang=en&verse=John+5:26&source=ubs&font=Estrangelo+Edessa&size=125%   onde traduz a palavra “Q'numá (K'numá) como person, individual, substance (pessoa, indivíduo, substância)



Assim sendo, o texto siríaco jamais dá a ideia de Yeshua (Jesus) ensinando um modalismo como querem os atuais aramaiticistas de cursinho pela internet.

A palavra קנום é um substantivo comum sem gênero, e significa: “pessoa”, “essência”, “figura”, “a si mesmo”.
Os primitivos cristãos ligaram a palavra aramaica K'num (com sua enfática K'numá) à palavra grega ὑπόστᾰσις (hypostasis), pois criam que Deus era const
ituído em três “hypostasis” (substâncias), mas uma só ousia (essência), ou seja, uma só Divindade. A palavra Hypostasis passou a ser sinônima da palavra latina persona (pessoa).

Agora, vamos a outros textos bíblicos na Peshitta com esta mesma palavra composta que aparece em João 5:26, ou seja, baqnūmēh que só tem uma tradução: “in himself ” (em si mesmo, em sua pessoa):
a)  ܒ݁ܲܩܢܘܿܡܹܗ (baqnūmēh) ܒ  (bêt, bit) como preposição (em) e ܗ (hê) como sufixo pronominal na terceira pessoa do singular:

a.1)  Efésios 2.15:

  ܘܲܒ݂ܥܸܠܕ݁ܒ݂ܵܒ݂ܘܿܬ݂ܵܐ ܒ݁ܒ݂ܸܣܪܹܗ ܘܢܵܡܘܿܣܵܐ ܕ݁ܦ݂ܘܿܩܵܕ݂ܹܐ ܒ݁ܦ݂ܘܿܩܕ݁ܵܢܲܘܗ݈ܝ ܒ݁ܲܛܸܠ ܕ݁ܠܲܬ݂ܪܲܝܗܘܿܢ ܢܸܒ݂ܪܹܐ ܒ݁ܲܩܢܘܿܡܹܗ ܠܚܲܕ݂ ܒ݁ܲܪܢܵܫܵܐ ܚܲܕ݂݈ܬ݂ܵܐ ܘܲܥܒ݂ܲܕ݂ ܫܲܝܢܵܐ ܀

and the enmity, through his flesh; and the law of prescriptions, with its requirements, he hath abolished, that of the two he might create in himself one new man, and make peace; (Tradução da Peshitta pelo Dr. John W. Etheridge)

E a inimizade, através de sua carne, e a lei dos mandamentos com suas exigências, ele aboliu, para que dos dois criasse, em si mesmo, um novo homem, fazendo a paz. (Tradução livre da Peshitta)


a.2)  Colossenses 2.15:

ܘܒ݂ܲܫܠܵܚ ܦ݁ܲܓ݂ܪܹܗ ܦ݁ܲܪܣܝܼ ܠܐܲܪܟ݂ܲܘܣ ܘܲܠܫܲܠܝܼܛܵܢܹܐ ܘܲܐܒ݂ܗܸܬ݂ ܐܸܢܘܿܢ ܓ݁ܲܠܝܵܐܝܼܬ݂ ܒ݁ܲܩܢܘܿܡܹܗ ܀

and by the yielding up of his body he hath prostrated principalities and powers, and hath shamed them openly by himself. (Tradução da Peshitta pelo Dr. John W. Etheridge)

E, despojando os principados e potestades, os expôs publicamente e deles triunfou em si mesmo. (Almeida Revista e Corrigida)

a.3)  Hebreus 1.3:

ܕ݁ܗܘܿܝܘܿ ܨܸܡܚܵܐ ܕ݁ܫܘܿܒ݂ܚܹܗ ܘܨܲܠܡܵܐ ܕ݁ܐܝܼܬ݂ܘܿܬ݂ܹܗ ܘܲܐܚܝܼܕ݂ ܟܼ݁ܠ ܒ݁ܚܲܝܠܵܐ ܕ݁ܡܸܠܬ݂ܹܗ ܘܗܘܿ ܒ݁ܲܩܢܘܿܡܹܗ ܥܒ݂ܲܕ݂ ܕ݁ܘܿܟ݁ܵܝܵܐ ܕ݁ܲܚܛܵܗܲܝܢ ܘܝܼܬ݂ܸܒ݂ ܥܲܠ ܝܲܡܝܼܢܵܐ ܕ݁ܪܲܒ݁ܘܿܬ݂ܵܐ ܒ݁ܲܡܪܲܘܡܹܐ ܀

who himself is the resplendence of his glory, and the image of his Being, and upholdeth all (things) by the power of his word; and he, in his (own) person, hath made purification of sins, and hath sat down at the right hand of the Majesty on high. (Tradução da Peshitta pelo Dr. John W. Etheridge)

O qual, sendo o resplendor da sua glória, e a expressa imagem da sua pessoa, e sustentando todas as coisas pela palavra do seu poder, havendo feito por si mesmo a purificação dos nossos pecados, assentou-se à destra da Majestade, nas alturas; (Almeida Revista e Corrigida)

Outras ocorrências:

b)  ܩܢܘܿܡܹܗ (qnūmēh) ܗ (hê) como sufixo pronominal na terceira pessoa do singular.

b.1)  Lucas 11.17:

ܝܼܫܘܿܥ ܕܹ݁ܝܢ ܕ݁ܝܵܕ݂ܲܥ ܗ݈ܘܵܐ ܡܲܚܫܒ݂ܵܬ݂ܗܘܿܢ ܐܸܡܲܪ ܠܗܘܿܢ ܟܼ݁ܠ ܡܲܠܟ݁ܘܿ ܕ݁ܬ݂ܸܬ݂ܦ݁ܲܠܲܓ݂ ܥܲܠ ܢܲܦ݂ܫܵܗ ܬܸ݁ܚܪܲܒ݂ ܘܒ݂ܲܝܬ݁ܵܐ ܕ݁ܥܲܠ ܩܢܘܿܡܹܗ ܡܸܬ݂ܦ݁ܲܠܲܓ݂ ܢܸܦܸ݁ܠ ܀

Mas, [Jesus] conhecendo ele os seus pensamentos, disse-lhes: Todo reino dividido contra si mesmo será assolado; e a casa dividida contra si mesma cairá. (Almeida Revista e Corrigida)

But Jeshu, who knew their thoughts, said to them, Every kingdom which is divided against itself will be desolated; and a house that against its own self is divided falleth; (Tradução da Peshitta pelo Dr. John W. Etheridge)

Nesse texto a palavra “casa” se refere a pessoas que se abrigam no mesmo teto.

c)  ܩܢܘܿܡܵܐ (qnūmā) – ܐ (Alap) como artigo enfático no final da palavra:

c.1)  Hebreus 10.1:

ܢܵܡܘܿܣܵܐ ܓܹ݁ܝܪ ܛܸܠܵܢܝܼܬ݂ܵܐ ܐܝܼܬ݂ ܗ݈ܘܵܐ ܒܹ݁ܗ ܕ݁ܛܵܒ݂ܵܬ݂ܵܐ ܕ݁ܲܥܬ݂ܝܼܕ݂ܵܢ ܠܵܐ ܗ݈ܘܵܐ ܩܢܘܿܡܵܐ ܕ݁ܝܼܠܗܹܝܢ ܕ݁ܨܸܒ݂ܘܵܬ݂ܵܐ ܡܸܛܼܠ ܗܵܢܵܐ ܟ݁ܲܕ݂ ܒ݁ܟ݂ܼܠ ܫܢܵܐ ܗܸܢܘܿܢ ܟ݁ܲܕ݂ ܗܸܢܘܿܢ ܕܸ݁ܒ݂ܚܹܐ ܡܸܬ݂ܩܲܪܒ݂ܝܼܢ ܗ݈ܘܲܘ ܠܵܐ ܡܸܡܬ݂ܘܿܡ ܐܸܫܟ݁ܲܚܘ ܕ݁ܢܸܓ݂ܡܪܘܿܢ ܠܐܲܝܠܹܝܢ ܕ݁ܲܡܩܲܪܒ݂ܝܼܢ ܠܗܘܿܢ ܀

For in the law there was a shadow of the good things to come; not the substance of the things themselves. Therefore, although the same sacrifices were every year offered, they could never perfect those who offered them. (Tradução da Peshitta pelo Dr. James Murdock)

Porque na lei havia uma sombra dos bens vindouros, não a substância das coisas em si. Portanto, embora os mesmos sacrifícios fossem oferecidos todos os anos, nunca poderiam aperfeiçoar aqueles que os ofereciam. (Tradução livre da Peshitta)

 d)  ܩܢܘܿܡܝ (qnūwmy) ܝ (yud) como sufixo pronominal na primeira pessoa do singular.

d.1)  Romanos 9.3:
ܡܨܲܠܹܐ ܗ݈ܘܝܼܬ݂ ܓܹ݁ܝܪ ܕܸ݁ܐܢܵܐ ܩܢܘܿܡܝ ܚܸܪܡܵܐ ܐܹܗܘܹܐ ܡܼܢ ܡܫܝܼܚܵܐ ܚܠܵܦ݂ ܐܲܚܲܝ ܘܲܐ݈ܚܝܵܢܲܝ ܕ݁ܒ݂ܲܒ݂ܣܲܪ ܀

For I could pray that I myself might be one accursed from Meshiha instead of my brethren and my kinsmen who are in the flesh;  (Tradução da Peshitta pelo Dr. John W. Etheridge)

Porque eu mesmo desejaria ser anátema, separado de Cristo, por amor de meus irmãos, meus compatriotas, segundo a carne. (Almeida Revista e Atualizada)

d.2)  1ª Coríntios 9.27:

ܐܸܠܵܐ ܦ݁ܲܓ݂ܪܝ ܗ݈ܘܿ ܟ݁ܵܒ݂ܸܫ ܐ݈ܢܵܐ ܘܲܡܫܲܥܒܸ݁ܕ݂ ܐ݈ܢܵܐ ܕ݁ܕ݂ܲܠܡܵܐ ܐ݈ܢܵܐ ܕ݁ܠܲܐ݈ܚܪܵܢܹܐ ܐܲܟ݂ܪܙܸܬ݂ ܐܸܢܵܐ ܩܢܘܿܡܝ ܐܸܣܬ݁ܠܹܐ ܠܝܼ ܀

but I subdue my body, and reduce it to servitude; lest, when I have preached to others, I myself should be a reprobate. (Tradução da Peshitta pelo Dr. James Murdock)

Antes, subjugo o meu corpo e o reduzo à servidão, para que, pregando aos outros, eu  mesmo não venha de alguma maneira a ficar reprovado.  (Almeida Revista e Corrigida)


d.3)  2ª Coríntios 12.15:

ܐܸܢܵܐ ܕܹ݁ܝܢ ܚܵܕ݂ܝܵܐܝܼܬ݂ ܘܢܲܦ݂ܩܵܬ݂ܵܐ ܐܲܦܸ݁ܩ ܘܵܐܦ݂ ܩܢܘܿܡܝ ܐܸܬܸ݁ܠ ܥܲܠ ܐܲܦ݁ܲܝ ܢܲܦ݂ܫܵܬ݂ܟ݂ܘܿܢ ܐܵܦ݂ܸܢ ܟ݁ܲܕ݂ ܝܲܬ݁ܝܼܪܵܐܝܼܬ݂ ܡܲܚܸܒ݂ ܐ݈ܢܵܐ ܠܟ݂ܘܿܢ ܐܲܢ݈ܬ݁ܘܿܢ ܒ݁ܨܝܼܪܵܐܝܼܬ݂ ܡܲܚܒ݂ܝܼܢ ܐܢ݈ܬ݁ܘܿܢ ܠܝܼ ܀

And I will both cheerfully pay the expenses and also give myself for you, although the more I love you, the less you love me. (Tradução da Peshitta por Janet Magiera)

E eu tanto pagarei alegremente as despesas e também a mim mesmo me entregarei por vós outros, embora quanto mais vos amo, menos vós me amais. (Tradução livre)

e)   קנומי   substantivo comum onde o ܝ (yud) está como sufixo do plural determinado:


2ª Crônicas 34:24 (Targum):

כדנן אמר ייי הא אנא מיתי בישׁתא על אתרא הדין ועל יתבוהי ית כל קנומי לוטיא דכתיבין על ספרא די קרו קדם מליך שׁבטא דבית יהודה׃

Assim diz YHWH: Eis que trarei mal sobre este lugar e sobre os seus habitantes, isto é, a todas as pessoas, as maldições que estão escritas sobre o livro que se leu perante o rei da tribo da casa de Judá.  (tradução livre do Targum)


f)  ܩܢܘܿܡܟ݂ܘܿܢ (qnūwmkhuwn, q'num.hhum) com sufixo pronominal masculino na segunda pessoa do plural.

f.1)  1ª Coríntios 6.7:

ܡܼܢ ܟ݁ܲܕ݁ܘܿ ܗܵܟ݂ܹܝܠ ܩܢܘܿܡܟ݂ܘܿܢ ܚܵܒ݂ܬ݁ܘܿܢ ܠܟ݂ܘܿܢ ܕ݁ܕ݂ܝܼܢܵܐ ܚܲܕ݂ ܥܲܡ ܚܲܕ݂ ܐܝܼܬ݂ ܠܟ݂ܘܿܢ ܡܸܛܼܠ ܡܵܢܵܐ ܓܹ݁ܝܪ ܠܵܐ ܡܸܬ݂ܥܲܠܒ݂ܝܼܢ ܐܢ݈ܬ݁ܘܿܢ ܘܡܸܛܼܠ ܡܵܢܵܐ ܠܵܐ ܡܸܬ݂ܓ݁ܲܠܙܝܼܢ ܐܢ݈ܬ݁ܘܿܢ ܀

Now, therefore, you make yourselves guilty while you have litigation one with another. For why do you not bear injury? and why do you not suffer fraud?  (Tradução da Peshitta pelo Dr. John W. Etheridge)

Agora, pois já vos condenastes a vós mesmos, porque tendes disputa uns contra os outros. Pois, por que não preferis sofrer o mal? Por que não sofrer a fraude? (Tradução livre da Peshitta)

f.2)  1ª Tessalonisenses 4.9:

ܥܲܠ ܚܘܿܒ݁ܵܐ ܕܹ݁ܝܢ ܕ݁ܲܐܚܹܐ ܠܵܐ ܣܢܝܼܩܝܼܬ݁ܘܿܢ ܠܡܸܟ݂ܬ݁ܲܒ݂ ܠܟ݂ܘܿܢ ܐܲܢ݈ܬ݁ܘܿܢ ܓܹ݁ܝܪ ܩܢܘܿܡܟ݂ܘܿܢ ܡܲܠܦ݂ܹܐ ܐܢ݈ܬ݁ܘܿܢ ܕ݁ܲܐܠܵܗܵܐ ܕ݁ܬ݂ܲܚܒ݂ܘܿܢ ܚܲܕ݂ ܠܚܲܕ݂ ܀

But concerning the love of the brethren, you need not (that I) write to you; for you yourselves are taught of Aloha to love one another. (Tradução da Peshitta pelo Dr. John W. Etheridge)

Quanto, porém, ao amor fraternal, não necessitais de que vos escreva, visto que vós mesmos estais instruídos por Deus que vos ameis uns aos outros; (Almeida Revista e Corrigida)


Continua... 








Por: Luís Antônio Lima dos Remédios - IPM


cacerege@gmail.com

luis-agape@hotmail.com
Manaus - Amazonas - Brasil





______________________________________________________





Estudos já postados:

01- O Novo Testamento NÃO Foi Escrito em Hebraico e/ou Aramaico

02- O espiritismo segundo [alguns] “evangélicos”

03- Adultério do Coração

04- Santa Ceia: vinho ou suco de uva?

05- O Dia do Senhor: Sábado ou Domingo?

06- O Que a Bíblia Diz Sobre a Idolatria

07- Deuterocanônicos ou Apócrifos?

08- A divisão das horas do dia nos tempos bíblicos

09- O Inferno

10- Deus e deuses

11- 30 Razões Porque Não Guardo o Sábado

12- O Nome JESUS

13- O Verbo era um deus?

14- A Divindade de Cristo negada entre colchetes

15- Cruz ou estaca de tortura?
http://cacerege.blogspot.com.br/2012/11/cruz-ou-estaca-de-tortura.html

16- YHWH – Um Nome que será esquecido para sempre
  
17- Alma, corpo e espírito

18- A Peshitta confirma o Novo Testamento grego – 01- CAMELO ou CORDA?
http://cacerege.blogspot.com/2015/03/camelo-peshitta-confirma-o-nt-grego.html

19- A Peshitta confirma o Novo Testamento grego – 02- LEPROSO ou FAZEDOR DE JARROS?
http://cacerege.blogspot.com.br/2015/03/leproso-peshitta-confirma-o-nt-grego.html

20- Paraíso Hoje ou Um dia?
http://cacerege.blogspot.com.br/2015/08/paraiso-hoje-ou-um-dia-lucas-2343.html

21- Adultério Virtual
http://cacerege.blogspot.com.br/2017/02/adulterio-virtual_23.html

22- KeNUMÁ e os modalistas nazarenos

23- A Virgem Que Concebeu
http://cacerege.blogspot.com.br/2017/04/a-virgem-que-concebeu.html






Obs.: É permitido a copia para republicação, desde que cite o autor e as respectivas fontes principais e intermediárias.





Por: Luís Antônio Lima dos Remédios

Luís - ܠܘܝܣ - לואיס - Λουις




Gostou? Comente.